Blog

publicado em 13 de julho de 2020

Como serão as gestões públicas no futuro?

Como serão as gestões públicas no futuro?

Algumas medidas já estão sendo tomadas pela administração pública para caminharmos para uma grande evolução nas gestões públicas. Como a digitalização que já é uma realidade.

O Governo Federal hoje têm cerca 54% dos seus serviços disponíveis de forma digital, de acordo com a Secretaria de Governo Digital.

Com esse momento de distanciamento social, as perspectivas demandam serviços mais digitais que possam ser feitos a distância. Isso está acelerando de forma exponencial a inserção da tecnologia na gestão pública. 

O que antes poderia demorar mais alguns anos para chegar, está sendo pensado hoje e amanhã será colocado em prática.

Leia também:
Uso de inteligência artificial vai otimizar sistema de arrecadação tributária

A criatividade para imaginar novas soluções somada a inovação para pôr em prática são essenciais nessa esfera, para modernizar os sistemas. Os fluxos de informações serão cada vez maiores e a tecnologia vai auxiliar e conectar.

As Gestões Públicas no futuro serão cada vez mais digitais, disso não temos dúvidas. Mas percebemos que ainda falta uma infraestrutura adequada para que todo o território esteja na mesma página . Uma conexão de alta qualidade para interagir em tempo real com o governo e a população. Isso vai ajudar a tornar tudo mais integrado, conectado e transparente.

Algumas tendências como a gestão com indicadores de inovação, articulações com o setor privado e maior participação do cidadão no desenvolvimento de políticas públicas estarão com foco maior. A Internet das Coisas (IoT) não é mais a mesma e vai ganhar mais espaço nos próximos anos.

Nesse contexto vale até citarmos o pensamento “Lean”: As ações devem fazer parte de um aprendizado por meio do feedback obtido junto à população. Nesse caso haveria mais interação das gestões públicas com as pessoas.

A avaliação da gestão pública quanto ao seu modus operandis, só será positiva se ela gerar  resultados. Se os gestores tiverem iniciativa e atitude para transformar.

Nós acreditamos que somente com muito trabalho, iniciativa e inconformismo, podemos analisar de forma criteriosa um problema. Depois podemos criar soluções, softwares, sistemas que resolvam e facilitem as gestões.